DIABETES

 

 

 

    Hoje, no Brasil, há mais de 13 milhões de pessoas vivendo com diabetes, o que representa 6,9% da população.  Esse número está crescendo cada vez mais, e hoje , a cada 2 minutos e 18 segundos uma pessoa se torna diabética no Brasil. No mundo, já são 415 milhões de pessoas com diabetes mellitus (DM).  O motivo deste aumento é principalmente o estilo de vida das pessoas que estão cada vez mais sedentárias e com uma alimentação rica em carboidratos (massas e doces) e gorduras.    Um em cada cinco brasileiros (19%) adultos, que vivem nas capitais brasileiras, consomem refrigerantes ou sucos artificiais todos os dias. Refrigerante é o sexto produto alimentício mais consumido por crianças e adolescentes entre 12 e 17 anos, atrás do arroz, feijão, pão, suco e carnes. Na lista dos 20 produtos mais consumidos por essa parcela da população, as frutas sequer aparecem. Somente 37,6% da população adulta, das 27 capitais do Brasil   consomem frutas e hortaliças regularmente. Carnes com excesso de gordura são frequentemente consumidas por 31,1% da população. Mais de 50% dos jovens fazem as refeições em frente à televisão e 73,5% desse público passam mais de duas horas por dia na frente do computador ou do videogame. Esta situação gera impacto direto na rotina dos adolescentes, que acabam não prestando atenção no que comem.    Os riscos de se ter diabetes mellitus(DM) são maiores nas pessoas que estão acima do peso, que fazem  exercícios menos de três vezes por semana, que tem  história familiar de diabetes ou mais de 45 anos, nas pessoas que tiveram diabetes gestacional (diabetes durante a gravidez), pressão alta ou colesterol alto, nas pessoas com histórico de doença cardíaca, que tiveram filhos com mais de 4kg, com história de síndrome de ovários policísticos e que fizeram uso de medicações como corticóides. O exercício  físico atua na 
prevenção do DM, principalmente nos grupos de maior risco, como os obesos e os familiares de diabéticos. Indivíduos fisicamente ativos e aqueles com melhores condições aeróbicas apresentam menor chance de ter DM tipo 2 . Uma grande preocupação na atualidade é o aumento dos casos de diabetes tipo 2 em crianças, fato que se deve ao aumento da obesidade infantil que tem aumentado de forma assustadora. Em alguns casos, o diagnóstico de diabetes demora , favorecendo o aparecimento de complicações. Atualmente, metade das pessoas com diabetes não sabem que tem a doença. Os sintomas clássicos de que a glicose está alta são: sede excessiva, aumento da quantidade de urina, visão embaçada e o emagrecimento, mas nem sempre estão presentes. Não devemos pensar em diabetes somente na presença destes sintomas. Todas as pessoas que tem mais de 45 anos e aquelas que se enquadram nos riscos citados acima devem fazer um exame de glicose no laboratório. Já foram realizados vários estudos de pessoas com pré-diabetes e elas mostraram que a atividade física de 150 minutos por semana e a melhora da alimentação com diminuição de gorduras saturadas (carne vermelha, frituras, leite de vaca, queijo amarelo), substituição dos carboidratos simples pelos complexos (substituir o arroz branco pelo integral, a batata inglesa pela batata doce, o pão francês pelo pão integral), redução do consumo de doces e refrigerantes com consequente redução do peso, teve impacto importante na diminuição do aparecimento do diabetes numa parcela grande dos pacientes. Portanto, hoje devemos nos esforçar para melhorar nossa alimentação, manter um peso saudável e praticar exercícios regulares para prevenir uma doença tão grave e que pode trazer tantas complicações como o diabetes.

Tags:

Please reload

Posts Em Destaque

Suco Verde Emagrece?

May 10, 2016

1/1
Please reload

Posts Recentes

July 24, 2019