Qd. 501 Sul, Conj. 02,
Lote 17, Av. NS-01
CEP 77.016-006
 Palmas - TO
Fone: (63) 3228-7000
Horário de Atendimento
Segunda a Sexta 07:00 - 19:00
Sábado 07:00 - 12:00
Conheça as Nossas Redes Sociais !
  • YouTube
  • Facebook App Icon
  • Instagram Social Icon
  • Google+ App Icon
Resp. Téc. Dr. Márcio Luiz da Costa  CRM - TO 1024 / RQE 514
HOME | SERVIÇOS | RESSONÂNCIA COM CONTRASTE HEPATOESPECÍFICO
  • Cinza ícone do YouTube
  • Grey Facebook Icon
  • Grey Instagram Icon

Ressonância com Contraste Hepatoespecífico

     Você conhece as vantagens do uso de meio de contraste hepatoespecífico na ressonância para estudo das lesões hepáticas e lesões das vias biliares? E você sabia que na AKC Diagnósticos este exame já é realizado?

     O meio de contraste hepatoespecífico possibilita um melhor estudo, maior capacidade de detecção e melhor caracterização de algumas lesões hepáticas e das vias biliares. Este novo protocolo foi implantado após rigoroso treinamento da equipe técnica do serviço de ressonância da AKC Diagnósticos, e discussão com os médicos radiologistas de abdome do nosso corpo clínico.
     Em comparação com os outros métodos de imagem, este protocolo tem se mostrado o mais eficiente para o diagnóstico e caracterização de vários tumores hepáticos, principalmente os pequenos tumores, fornecendo dados que são decisivos em certas condutas, como por exemplo, no planejamento da ressecção curativa de metástases de câncer colorretal e do câncer primário do fígado. 
     Nos casos de pacientes submetidos ao tratamento quimioterápico, é comum observarmos infiltração gordurosa do fígado, dificultando a detecção das pequenas lesões, que são também melhor visibilizadas no estudo de ressonância com uso do contraste hepatoespecífico. A detecção de lesões hepáticas pequenas permite, em alguns casos, um melhor planejamento cirúrgico e reduz o risco de insucesso do tratamento. 
   Outra grande vantagem deste protocolo é a alta especificidade na diferenciação das hiperplasias nodulares focais e adenomas hepatocelulares, que apresentam comportamentos muito diferentes com o contraste hepatoespecífico.
     Este novo protocolo permite ainda o estudo mais detalhado da anatomia das vias biliares, mesmo as de menor calibre , bem como das suas lesões, como por exemplo, fístulas , e ainda visibilizar com mais detalhes os limites de tumores das vias biliares ( avaliar a possibilidade de ressecção) e eventuais lesões hepáticas associadas.
   A RM com uso do meio de contraste hepatoespecífico já pode ser realizada na AKC Diagnósticos.
Você merece o melhor, sempre!